Immersus

Do sonho de fazer dos mundos uma só linguagem, nasceu a Immersus.

Fundada em 2006,  a Immersus é uma escola jovem, movida pela paixão, competência e muita disposição para capacitar as pessoas a interagir, produzir resultados, modificar, qualitativamente e com competência, as diversas comunidades globais nas quais atuam, por meio da intervenção plurilingüística.

O resultado é a ampliação do mundo íntimo, obtida pelos efeitos que o domínio de uma nova língua produz em cada um de nós, e claro, a ampliação de suas possibilidades no mundo externo. Esse é o nosso negócio.

E para que isso aconteça, contamos com profissionais talentosos e comprometidos; metodologia de ensino personalizada; aulas no idioma estrangeiro desde o curso básico; ambiente aconchegante e acolhedor, na Mata do Jambreiro, aulas especializadas em linguagem de negócios; eventos de imersão durante o ano letivo; traduções e versões em diversos idiomas.

Nossos resultados têm sido fantásticos, com um índice de 100% de aprovação nos exames de Cambridge; rápida e eficiente produção linguística; melhorias acadêmicas e  profissionais.

Também, com valores como qualidade, competência, inovação, jovialidade, comprometimento, seriedade, integridade e responsabilidade, só podia ter dado certo!

 

Metodologia

Na Immersus trabalhamos com a possibilidade de personalizar uma metodologia de ensino que prioriza a repetição do processo de construção do pensar humano, não só em sua evolução ontogenética, como também filogenética. Utilizamos técnicas que repetem os passos do desenvolvimento do ser humano, como indivíduo e como espécie.

O ensino do idioma em nossa metodologia reproduz a ordem natural de aquisição das habilidades linguísticas: auditiva, oral, escrita e leitura; e usa técnicas que atingem as vias de interação preferenciais de cada aluno, sejam elas auditivas, orais, sinestésicas, visuais ou outra. Através de um programa customizado, evitamos o engessamento de metodologias que negligenciem as necessidades do indivíduo.

A prática se assemelha ao método direto, e ao audiolingual e apresenta traços do communicative approach, com a ressalva de que, prezamos pela explicação gramatical e sua correta aplicação; não usamos a língua mãe para uso de traduções; preocupamo-nos muito com o conteúdo teórico; e a repetição, quando necessária, não é utilizada como um drill massacrante. Pode-se também dizer que nossa metodologia tem como objetivo desenvolver nos alunos suas competências comunicativas, com precisão, naturalidade e assertividade.

O aluno é incentivado a agir como um sujeito participativo, independente e agente de seu próprio processo de aprendizado. Para tanto, ele recebe um relatório de acompanhamento de sua evolução, e fazemos junto ao mesmo, um plano de ação que logre o alcance dos pontos ainda não dominados.

Além da avaliação informal, seja através da observação do aluno pelo professor; de uma avaliação do processo da turma com os membros do grupo; ou da elaboração conjunta de um plano de ação; o aluno é submetido a avaliações formais, tais como provas escritas, orais, avaliação de livros de leitura e speech classes.

Muitas vezes em outras abordagens, dá-se à metodologia, uma importância maior da que ela realmente possui, esquecendo-se de que, tanto o professor quanto os estudantes, no processo da convivência, são capazes de juntos construírem conhecimento, podendo deixar de aprender como também aprender, apesar do método escolhido. Assim, nossa solução é a de buscar sempre uma metodologia própria e apropriada. Própria por ser a síntese da produção dos sujeitos da aprendizagem e da informação; e apropriada porque é adequada ao contexto e, principalmente, porque os seus autores já a apreenderam conscientemente.